Fíbulas.

Fíbula, broche ou alfinete de peito. Acessório (ou jóia) decorativo projetada para ser presa ao vestuário.
Designação:

Fíbula tipo la tène 

Descrição:

Fíbula característica dos chamados esquemas técnico-formais de La Tène evoluído, O arco desenha uma primeira curva a partir do encaixe do eixo, que exibe um evidente prótomo de animal estilizado, um cavalo. O dito arco apresenta uma área quase horizontal, onde se encontra fixada por rebites de prata, uma plataforma de bordos revirados e decorados a troquel, sobre a qual se fixam vários elementos, compondo uma cena. 

Cronologia:

III - I a.C (II Idade do Ferro)

Procedência:
Monsanto (Junto à muralha do castelo), Idanha-a-Nova
Depósito: 

Museu Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco

 

Breve bibliografia online:

FABIÃO, Carlos (2004) O tesouro de prata de Monsanto da Beira (Idanha-a-Nova).

Fonte de imagem: 

www.matriznet.dgpc.pt

 

 

 

Designação:

Fíbula "de Cavalinho" (Tipo d, seg. Gorbea e Ortis, 1999)

Descrição:

 Esta caracteriza-se por possuir o pé unido à cabeça do cavalo e o corpo apresentar tendência quadrangular.

Cronologia:

IV - II a.C. (II Idade do Ferro)

Procedência
Tapada das argolas, Capinha, Fundão
Depósito

Museu Arqueológico José Monteiro

 

Breve bibliografia online:

VILAçA, Raquel. (2003) A Tapada das Argolas (Capinha, Fundão): novos contributos para o seu conhecimento

Fonte de imagem: 

Museu arqueólogico José Monteiro

 

 

 

Designação:

Fíbula tipo cavalinho

Descrição:

Elemento de fibula zoomorfica (cavalo), em bronze, decorada com cÍrculos concêntricos.

Cronologia:

IV - II a.C. (II Idade do Ferro)

Procedência:
Herdade das Casas, Redondo
Depósito:

Museu de Évora

 

Breve bibliografia online:

Tristão, Leandro, (Tese de Mestrado- 2012) Armas e Ritos na II Idade do Ferro do Ocidente Peninsular

Fonte de imagem: 

www.matriznet.dgpc.pt

 

 

 

Designação:

Fíbula anular

Descrição:

Fíbula anular em bronze,  Forma circular, decorada com enrolamentos em ambos os lados do pé. A mola tem diversos enrolamentos de onde emergeria o fusilhão. 

Cronologia:

IV - II a.C. (II Idade do Ferro)

Procedência:
Necrópole Olival do Senhor dos Mártires, Alcácer-do-Sal
Depósito:
Museu Nacional de Arqueologia

 

Breve bibliografia online:

João Miguez (Tese Mestrado - 2010) As fíbulas do Sudoeste da Península Ibérica enquanto marcadores étnicos

Fonte de imagem: 

www.matriznet.dgpc.pt