Designação:

Kratêr-de-sino de estilo ático de figuras vermelhas

Descrição:

Tem a forma de sino; o pé é decorado com uma banda negra larga; bordo extrovertido. É composto por duas asas, junto das quais, nos pontos de junção ao vaso, se desenvolvem dois círculos; debaixo destes surgem palmetas e linguetas. Esta peça é constituída por duas cenas principais que são rematadas por bandas prenchidas com linhas labirínticas

Cronologia:

400 - 378 a.C.

Procedência:
Necrópole do Olival do Senhor dos Mártires. Alcácer do Sal
Depóstio:

Museu Nacional de Arqueologia

 
Breve bibilografia 

PERREIRA, Maria Helena Rocha (Coord.) (2007) Vasos Gregos em Portugal, Lisboa, MNA.

Fonte de Imagem:

www.matriznet.dgpc.pt

 

 

Cerâmica Ática

A região de Ática na Grécia, dá origem ao nome atribuido a esta tipologia de cerâmica. Com mais de vinte mil peças, a região representa a maior coleção conhecida. No Ocidente Peninsular Ibérico, existem vários testemunhos da presença desta cêramica. 
The region of Attica in Greece, gives rise to the name attributed to this typology of ceramics. With more than twenty thousand pieces, the region represents the largest known collection. In the Iberian Peninsular West, there are several testimonies of the presence of this cêramica.
La région de l'Attique en Grèce donne lieu au nom donné à ce type de poterie. Avec plus de vingt mille pièces, la région est la plus grande collection connue. En Occident de la Péninsule Ibérique, il y a plusieurs témoignages de la présence de cette poterie.
 
 
Designação:

Kratêr-de-sino de estilo ático de figuras vermelhas

Descrição:

Kratêr em cerâmica ática de figuras vermelhas, em forma de sino, atribuída ao grupo de Viena 1025. Apresenta decoração constituída por uma cena sacrificial, numa das faces, na qual intervêm cinco personagens viradas para um altar, e na outra, dois sátiros que enquadram uma personagem dançando.

Cronologia:

400 - 375 a.C.

Procedência:
Necrópole do Olival do Senhor dos Mártires. Alcácer do Sal
Depósito:

Museu Nacional de Arqueologia

 
Breve bibilografia online

PERREIRA, Maria Helena Rocha (Coord.) (2007) Vasos Gregos em Portugal, Lisboa, MNA.

Fonte de Imagem:

www.matriznet.dgpc.pt

 

Designação:

Taça tipo Cástulo

Descrição:

Taça tipo Cástulo de estilo ático de verniz negro.Apresenta lábio côncavo na superfície externa. Ressalto na parede interna, marcando a ligação do lábio à parede

Cronologia: 

450 - 425 a.C.

Procedência:
Castro Azougada
Depóstio:

Museu Nacional de Arqueologia

 
Breve bibilografia 

PERREIRA, Maria Helena Rocha (Coord.) (2007) Vasos Gregos em Portugal, Lisboa, MNA.

Fonte de Imagem:

www.matriznet.dgpc.pt

 

Designação:

Fragmento de Cerâmica Ática

Descrição:

Fragmento de bordo. Personagem humana. Motivos decorativos

Cronologia:

400 - 378 a.C.

Procedência:
Necrópole do Olival do Senhor dos Mártires. Alcácer do Sal
Depósito:

Cripta arqueológica de Alcácer-do-Sal. Castelo de Álcacer-do-Sal

 
Breve bibliografia 
 
Fonte de imagem:

 

Leandro Tristão

 

Designação:

Fragmento de Cerâmica Ática

Descrição:

Fragmento de parede. Motivos decorativos.

Cronologia:

400 - 350 a.C.

Procedência:
Castro de São Lourenço. Esposende.
Depósito:

Museu Municipal de Esposende.

 
Breve bibliografia:

PERREIRA, Maria Helena Rocha (Coord.) (2007) Vasos Gregos em Portugal, Lisboa, MNA.

Fonte de imagem:

Jornal "Diário do Minho" 2007

 

 

SLourenco.jpg
SLourenco.jpg

press to zoom
SLourenco.jpg
SLourenco.jpg

press to zoom
1/1
Designação:

Fragmento de Cerâmica Ática

Descrição:

Fragmento de parede. Personagem masculina, com barba e cabelos ondulados.Coroa de louros na cabeça.

Cronologia:

400 - 350 a.C.

Procedência:
Santa Olaia (Sond. III-3)
Depósito

Museu da Figueira da Foz

 

Breve bibliografia online:

PERREIRA, Maria Helena Rocha (Coord.) (2007) Vasos Gregos em Portugal, Lisboa, MNA.

Fonte de imagem:

Arruda 2007

 

 

 

Designação:

Fragmento de Cerâmica Ática

Descrição:

Fragmento de bordo com motivo decorativo em espiral.

Cronologia:

400 - 350 a.C.

Procedência:
Castro Azougada, Moura.
Depósito

Museu Nacional de Arqueologia

 

Breve bibliografia online:

Rouillard (1975)

Fonte de imagem:

www.matriznet.dgpc.pt

 

 

 

Az.jpg
Az.jpg

press to zoom
Az.jpg
Az.jpg

press to zoom
1/1