Beira Litoral

Aveiro, Coimbra, Leiria
 
ovil1.jpg
ovil1.jpg

press to zoom
ovil1.jpg
ovil1.jpg

press to zoom
1/1
Castro de Ovil
Designação
Povoado
Localização
Espinho, Aveiro (via google maps)
Descrição
O Castro de Ovil é um pequeno povoado fortificado dos finais da Idade do Ferro situado na plataforma litoral a sul do Douro, distando pouco mais de dois quilometros do Atlântico. Os trabalhos arqueológicos iniciados em 1981 e retomados em 1993 permitiram a identificação de um conjunto de doze estruturas, com destaque para as habitações circulares, muitas delas com vestíbulo, típicas da cultura castreja do noroeste peninsular. O castro não apresenta muralhas visíveis, sendo o seu sistema defensivo constituído por um profundo fosso, complementado pelo obstáculo natural que constitui a ribeira de Rio Maior, que contorna o povoado nas vertentes Sul e Oeste. Ao contrário do que sucede com estações congéneres da região, este povoado não foi romanizado, calculando-se o intervalo da sua ocupação entre os séculos II a.C. e os começos do século I da nossa Era
Acessos
Desvio de terra batida, no limite das freguesias de Silvade e Paramos estrada Espinho-Santa Maria da Feira (EN 109-4)
Bibliografia
SALVADOR, Jorge Fernando e SILVA, António Manuel S. P. (2000) - Da descoberta do castro de Ovil. In Almadan. Almada. 2ª série: 9, p. 169173.

 

 
 
Romariz.jpg
Romariz.jpg

press to zoom
Romariz.jpg
Romariz.jpg

press to zoom
1/1
Castro de Romariz
Designação
Povoado
Localização
Romariz, Santa Maria da Feira (via google maps)
Descrição
Castro romanizado com 22 estruturas habitacionais circulares e 6 rectangulares, um pátio lajeado e um arruamento. Foram detectadas várias lareiras em diferentes níveis de ocupação.
Acessos
Sobranceiro à povoação de Romariz
Bibliografia
SILVA, Armando Coelho Ferreira da (1986). A Cultura Castreja no Noroeste de Portugal. Paços de Ferreira: Museu Arqueológico da Citânia de Sanfins e Câmara Municipal de Paços de Ferreira.